DebysGirl Blog

Just another WordPress.com weblog

Archive for the ‘Dicas’ Category

Como procurar emprego

Posted by dealalves em agosto 15, 2010

Tudo na vida requer planejamento, inclusive e principalmente quando você quer mudar ou está procurando emprego.

Vivenciei essa experiência a alguns meses atrás e consegui extrair algumas lições que vou compartilhar aqui com vocês.

1) Saiba o que você quer

O mais importante é saber o que você quer da sua vida. Isso não é algo fácil… depende da sua necessidade no momento e como aquilo vai te projetar no futuro esperado.

Mas em linhas gerais e salvo o particular de cada um, você pode se fazer as seguintes perguntas: Qual o cargo que eu quero ocupar ? (analista jr, pleno, sr, técnico, supervisor, coordenador, gerente, etc.), Em que segmento? (industria, varejo, informática, etc), Onde? (ABC, Berrini, Paulista, Santo Amaro, etc), Porte da empresa ? (Pequena, Média, Grande), Quanto você quer ganhar? , Quais os benefícios que eu quero/preciso ter? (MBA pago pela empresa, auxilio creche, convenio de ponta, etc).

O que você está fazendo é traçar uma meta, um objetivo a alcançar. Essa meta é a métrica, a linha de corte que você vai utilizar na hora de direcionar os seus esforços, de selecionar o que é bom/vantajoso para você ou não e por fim o que pode aceitar ou não.

No meu caso o perfil que eu tracei foi o seguinte:

Cargo: Analista de Controladoria Jr.

Segmento: Indústria

Porte: Multinacional, Médio ou Grande porte

Onde: ABC ou Grande São Paulo

Salário: No mínimo R$ 3.500

Benefícios: Seguro de Vida, VR, VT, Previdencia Privada, Convenio de Ponta (Sul América/Bradesco/Care Plus, etc.), PLR ou Bonus de no mínimo 3 salários, Auxilio Funeral, etc.

2) Saiba o que o mercado esta oferencendo

Você traçou o seu objetivo, porém você precisa saber se esse objetivo em primeiro lugar existe e se existe qual a quantidade de ofertas de emprego. Porque é fato que se houverem poucas oportunidades iguais ao objetivo que você traçou a concorrência será maior e o contrário também é verdadeiro, se houverem muitas oportunidades menor a concorrência.

No meu caso eu assinei o Catho e fiz uma pesquisa com o cargo desejado, o que me mostrou que em 15 dias (de 01/08/2010 a 15/08/2010) foram anunciadas 24 vagas no perfil que eu tracei acima, ou seja, vagas suficientes para concorrer sem tanto aperto.

Tipo, se você fez a pesquisa e não encontrou nenhuma vaga de acordo com o seu perfil, então é melhor revisa-lo e adapta-lo a realidade das vagas que você encontrou.

3) Saiba o que o mercado exige

Então, dentre as vagas que apareceram para você e se adequaram ao perfil que você traçou, você tem que verificar agora quais são os requisitos que elas exigem, entre as exigências na minha área por exemplo estão: inglês fluente, conhecimento em IFRS e SOX, CRC ativo, etc.

Do outro lado você deve fazer uma auto-analise e verificar se as suas qualificações atendem as exigências das vagas, se atendem pode se candidatar sem medo de ser feliz, você não vai passar vergonha e vai poder concorrer de igual para igual aos outros candidatos, agora se não atendem é o momento de você reavaliar seu perfil ou traçar um plano para chegar no objetivo traçado no princípio.

4) Não tenho as qualificações necessárias para o emprego que desejo, o que eu faço agora?

Se você não quer reavaliar seu objetivo primário e deseja alcança-lo, o que você precisa fazer é traçar uma estratégia em tempo, dinheiro e retorno.

Identifique os pontos que você precisa melhorar ou as qualificações que você adquirir. Pesquise as escolas, os cursos que existem e os que melhor atenderem a sua necessidade.

O que você precisa ter em mente neste momento é o seguinte: você deve conversar com seus amigos, pesquisar muito na internet em foruns, blogs e sites dedicados a auxilio na busca de um novo trabalho, o peso de cada requisito no conjunto do que a vaga pede para empregar o seu dinheiro na busca das qualificações certas/de maior relevancia, porque não adianta você gastar seu dinheiro e tempo em algo que não vai te destacar em relação a outros candidatos.

Outra coisa que você precisa ter em mente é o tempo de duração deste novo curso/experiência o ideal é que dê o retorno o mais rápido possível porém não é sempre assim que acontece certo? Então tanto para você se programar e também para não se frustrar achando que fazendo o curso em 1 semana depois de concluí-lo vai conseguir mudar/conseguir seu novo emprego é ser realista. Além disso,  vale ressaltar que bom senso nunca é demais, por exemplo, um curso de inglês é um investimento a longo prazo, sinceramente, até hoje, que eu conheça, nunca ouvi ninguém me dizer que conseguiu aprender inglês em 1, 2 ou 3 meses, então se o inglês é um requisito fundamental para atingir o seu objetivo, o negócio é ir administrando seu emprego atual e se dedicar o máximo possível no curso até poder procurar algo novamente.

5) Tenho todas as qualificações exigidas, o que faço agora?

Se você tem todas as qualificações exigidas o negócio é correr atrás e se colocar a disposição do mercado.

Primeiro de tudo, o mercado precisa saber que você está procurando uma nova oportunidade, a sua atual empresa talvez não… depende de você, do que você conhece da empresa, da situação, do seu chefe…. enfim, muita coisa, só cada um sabe… eu no meu caso, nunca falei nem acho que ninguém deva falar, porque a empresa pensa nela mesma e no que é melhor para ela, geralmente quem está procurando outra oportunidade é porque não está mais feliz/satisfeito onde está, a produtividade do camarada já deve ter dado uma caída, enfim, na minha opinião o melhor é ficar na sua.

Como o mercado sabe que você está a disposição?

Existem muitos sites de cadastro de currículos (Catho, Vagas, Curriculum, etc) tanto pagos quanto gratuítos, no meu caso o único que funcionou mesmo foi o Catho. O que acontece é o seguinte, as empresas contratantes de verdade (Volks, GM, Unilever, etc.) se utilizam do serviço das empresas de recrutamento e seleção (RHI, Virtus, FitRH, etc) que buscam os currículos nestes sites que mencionei acima.

Outro canal super é o Linkedin, ele é tipo um Orkut ou Facebook mas com foco nos relacionamentos profissionais, o seu profile é preenchido como se fosse o seu currículo, o bom e o complicado do Linkedin é que você adiciona quem você quiser e assim, quanto mais gente você tiver que trabalha com você, melhor, porque as pessoas que trabalham ou já trabalharam com você podem escrever recomendações sobre você no seu profile e isso é excelente pra você. Agora o complicado é que para se colocar a disposição do mercado no Linkedin você precisa ser mais sutil, pelo motivo/situação que escrevi anteriormente de que o mercado precisa saber que você está a disposição e a sua empresa talvez não… então a minha sugestão/dica é seja sutil, se você adicionar um headhunter ou uma pessoa que trabalha no RH da empresa que você quer trabalhar entre em contato com ela por e-mail diretamente informando que está aberto a novos desafios, etc.

Além disso você pode contar com o seu próprio network, seus amigos, parentes, colegas de sala, porque o QI (quem indica) ainda continua vivo, firme e forte em qualquer empresa!!

6) Entrevista

Entrevista é uam coisa que não tem como a gente explicar sabe… as vezes por mais que você se prepara sempre dá alguma bola fora, os entrevistadores as vezes deixam você a vontade demais, a vontade de menos, provocam, intimidam, dão risada das coisas que você fala, bocejam, enfim… é uma loteria!!

Mas tem algumas dicas que ajudam.

Como: nunca falar mal da empresa que você está atualmente ou das que você já trabalhou, expressar claramente os seus conhecimentos e atividades desenvolvidas, lembre-se focando sempre no que está em alta no mercado, focando em coisas que são um diferencial em você, se você tiver resultados financeiros referente a algum projeto desenvolvido, etc também pode ser mencionado, não demonstre que você está desesperado por um novo emprego, também não demonstre que você não está nem ai para a oportunidade, tem que ter uma postura assim “estou a disposição mas não estou desesperado, se rolar legal, mas se não rolar, legal também, a vida continua”.

FALE A VERDADE SEMPRE! O mercado é um meio onde todo mundo se conhece, se você mentir existe uma grande probabilidade de você ser pego, e se queimar no mercado as vezes não tem volta!!

Demonstre responsabilidade, compromentimento e simpatia com os entrevistadores.

 

Em resumo, por mais dicas que a gente dê, tem uma coisa na vida que é aquela célebre frase: ” a pessoa certa, no lugar certo, na hora certa”, você pode estar fazendo tudo certo, leu, se planejou, se preparou, tem um bom CV, tem as qualificações e qualidades necessárias mas não está rolando… isso aconteceu comigo, eu fiz umas 25 entrevistas (sem brincadeira!!) e as empresas que eu queria passar eu não passava e as que eu não queria passar eu passava, cheguei a pensar que toda essa barreira era um aviso de Deus para eu não prosseguir adiante, cheguei a pensar que eu não valia nada como profissional, mas eu fui perseverante até o fim e eu só sai do lugar onde estava para o emprego que eu realmente queria, com cargo, salários, benefícios e atividades que eu realmente queria, graças a Deus em primeiro lugar mas em segundo a um bom planejamento e perseverança, para vocês terem uma idéia eu comecei a procurar emprego em setembro 2009 e só rolou a oportunidade em fevereiro de 2010, isso significa 6 meses de ralação!!

Mas valeu a pena, porque em tudo na vida o que importa é ser feliz, e felicidade para cada pessoa significa uma coisa.

Para mim ser feliz no trabalho é desenvolver um trabalho que tenha a ver com você, que tenha relevância na empresa, que agregue conhecimento, que te estimule a estudar, a ser melhor profissional, a buscar novos conhecimentos, que você trabalhe em um meio em que você possa contribuir com o time e o serviço flua de uma forma natural sem forçar a barra, que te dê visibilidade, que te projete um futuro melhor.

Fui em busca disso que eu corri atrás, na minha opinião você é o que você faz e demonstra em todas as áreas da sua vida, se você se conforma com um serviço mediocre, mesmo que você não seja uma pessoa/profissional medíocre aquilo vai tomar conta de você e no fim de 3, 5 ou 10 anos, sei lá, você vai ser a imagem do que você faz.

A busca por desafios, conquista dos objetivos é o que nos faz acordar todos os dias e seguir adiante!! Corra atrás do seus objetivos!! Seja feliz!!

Anúncios

Posted in Aprendizado, Carreira, Dicas, Opinião | Etiquetado: , , , , , | Leave a Comment »

Resenha Revista Vc Sa Maio 2010

Posted by dealalves em agosto 8, 2010

Rrsrsrsrs Graças a Deus estou conseguindo colocar as leituras em dia e estou muito feliz por isso. Claro tudo tem um preço, vários passeios adiados porém dever cumprido, porque não existe nada pior do que você comprar as revistas e o tempo começar a passar e elas ficarem ali paradas… e você perder a oportunidade de aprender mais e se atualizar com o que esta acontecendo no mundo.

A última revista lida foi a Você S/A de Maio 2010, que também não demorei muito para ler, ao todo foram 3 dias.

Desta vez não houveram tantas matérias com as quais me identifiquei, mas normal. Afinal de contas mesmo que não existam matérias que não venham 100% de encontro a sua realidade, sempre identificamos algo que serve a um amigo ou familiar.

Google

Da receita total da empresa em 2009, 47% veio dos Estados Unidos, 13% da Inglaterra e os 40% restantes vieram dos outros 38 países em que o Google opera.

No mundo o Google emprega 20.000 pessoas. Aqui, a companhia montou em cinco anos uma operação de pouco mais de 200 funcionários.

Os analistas de mercado de tecnologia estimam que, no ano passado, o gigante de buscas tenha faturado no Brasil cerca de 700 milhões.

O processo de seleção na empresa leva cerca de dois a oito meses para ser concluído.

Um dado interessante sobre o uso da internet do Brasil é que um terço do tempo que os brasileiros gastam na internet é despendido navegando em uma das ferramentas do Google – no site de buscas, no YouTube, nos mapas ou no Orkut.

O Google é uma plataforma de tecnologia que por acaso, neste momento, explora um modelo de negócio que é o advertising (publicidade). Esta organizado em três grandes áreas: engenharia, produtos e vendas e desenvolvimento de novos negócios.

Para trabalhar no Google a pesse deve se adaptar ao dinamismo e a um ambiente de trabalho desestruturado e de poucos processos.

As métricas da empresa são: quantas buscas estão sendo feitas, quantos vídeos estão sendo feitos e assistidos, quantos cliques estão sendo dados num determinado formato de publicidade que o anunciante utilizou. Se não tem um clique para o Google não serve.

Eles procuram encontrar uma qualidade nos candidatos que se entitula de googleness, isto é, uma qualidade pessoal de querer mudar o mundo. Não querem somente pessoas com histórico acadêmico impecável. Existem outras características cobiçadas como flexibilidade, resiliência, poder de persuasão e iniciativa.

Uma das fontes de contratação são as indicação dos próprios funcionários, os googlers, além das indicações existe o canal de empregos do Google na internet (www.google.com/jobs).

Independente da área de formação do candidato e do cargo pretendido, a fluência em inglês é obrigatória. Se o candidato não for capaz de se expressar claramente, a ponto de segurar uma reunião de trabalho, ele será sumariamente eliminado do processo.

O processo de seleção do Google tem 6 etapas:

1) Análise do currículo: avalia-se que escola o candidato fez, que cursos ele realizou e a quais atividades extracurriculares se dedicou. O Google valoriza muito as atividades extracurriculares.

2) Entrevista telefônica: analisa-se a experiência profissinal, características de liderança, habilidades cognitivas e aderência a cultura.

3) Entrevistas ao vivo: utiliza-se o método de case. É proposto ao candidato um problema e espera-se que ele apresente uma solução. É considerada a capacidade de propor soluções criativas, raciocínio lógico e habilidade de se comunicar bem.

4) Comitê de Admissão: avalia-se a comunicação e o grau de persuasão.

5) Comitê Américas: mesma etapa anterior porém a nívem LatAm.

6) Comitê Global: avalia-se o potencial de desempenho futuro em diversas áreas da organização e aderência aos valores e à cultura da empresa.

No que diz respeito a remuneração, o Google pratica a média do mercado de tecnologia, que, por ser um mercado muito competitivo, costuma pagar bem.

Emprego no Nordeste

Há um verdadeiro boom em andamento no mercado de trabalho  do Nordeste, resultado do investimento de empresas locais, nacionais e multinacionais que apostam no aumento gradual do poder de consumo dos 53,5 milhões de habitantes – o que corresponde a 28% da população brasileira. O rendimento médio dos nordestinos ainda está bem abaixo do padrão brasileiro, 491 reais por mês para pessoas acima de 25 anos de idade, ante a média nacional, de 745 reais. Ainda assim, o Nordeste obteve o maior avanço na participação do Produto Interno Bruto (soma de todas as riquezas geradas pelo país) ao longo da última década, saltando de 12% para 13,1%.

Para quem está disposto a mudança é preciso atentar para a cultura local, a forma dos nordestinos fazerem negócios. Existe a necessidade da construção de um relacionamento que vá além do contato profissional.

Varejo

A baiana Insinuante acaba de se fundir com a mineira Ricardo Eletro para formar a Máquina de Vendas, segunda maior rede varejista de eletroeletrônicos do país, com presença em 17 unidades da deferação.

Vagas que vem da cana

Estima-se que sairão das usinas este ano 20,1 bilhões de litros de etanol hidratado – 2,64 bilhões a mais que o registrado na safra anterior. Esse volume vai abastecer os veículos flex, cuja produção é crescente. Um estudo da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores mostra que no primeiro trimestre de 2011 a frota de carros bicombustível deve chegar a 50% do total de veículos em circulação no país, ante os 41% atuais. Com a relação ao mercado internacional, a expectativa para as exportações para o biênio é de 1,8 bilhão de litros.

Uma pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística mostra que a cana é a matéria-prima que mais gera empregos na agricultura brasileira: cerca de 1,2 milhão de vagas.

Informação na ponta do dedo

Segundo registro feito pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), em abril de 2010, havia 179 milhões de celulares em uso no país. Destes, 9 milhões são aparelhos 3G.

Hoje, há mais de 280 empresas de APPs, espalhadas principalmente pelo Rio de Janeiro, São Paulo, interior paulista, Manaus e Recife. Estima-se que, juntas, essas companhias abrirão 500 vagas somente esse ano.

Faça o bem para sua carreira

O trabalho voluntário é cada vez mais procurado por profissionais que buscam significado no que fazem.

O mais importante da experiência é perceber o quanto ela modifica a visão de mundo do voluntário. A pessoa começa a dar mais valor à sua vida e passa a considerar pequenos seus problemas no trabalho.

Como experiência pessoal, poucas atividades são tão enriquecedoras como o trabalho voluntário, mesmo que você não receba dinheiro nenhum para fazê-lo.

O envolvimento de uma corporação numa ação de cidadania tem, evidentemente, um componente marqueteiro. Mas, em muitos casos, existe um interesse legítimo em ajudar e retribuir à sociedade da qual a empresa tira seu sustento.

A ação social é uma oportunidade de desenvolver competências para sua carreira profissional – ou ao menos aprimorar habilidades que você já possui.

Colunas

Luiz Carlos Cabrera – Errou? Que bom. Corrija.

Um erro deve ser corrigido, e não punido. O medo de errar é um verdadeiro vaporizador paralisante para a profissionais em qualquer momento da carreira. O dever da perfeição, que não deixa de ser uma herança totalitária e positivista, é o maior empecilho à criatividade e à inovação.

O erro é para ser discutido, analisado e, ai sim, corrigido. O processo de correção tem de ser um momento de crescimento, de transparência, de abertura. Nunca de crucificação. Pior do que constatar o erro é não aproveitar o momento de aprender.

O ser humano é imperfeito e por isso maravilhosamente humano. Errou? Apague e faça de novo.

A Você SA é uma revista excelente, nos mantém em contato com as mudanças nos seguimentos de mercado, trás estatísticas, novidades e o principal dicas, opções, casos reais que nos auxiliam a planejar e agir para atingir nossos objetivos e realizar os nossos sonhos.

Posted in Aprendizado, Carreira, Dicas, Leitura, Uncategorized | Etiquetado: , , , , , , , | Leave a Comment »

Resenha Revista Quatro Rodas Junho 2010

Posted by dealalves em julho 24, 2010

Mais um vez na busca do objetivo de quebrar os paradigmas da leitura me joguei na Quatro Rodas de Junho 2010… Até que não demorei mto pra terminar de ler, uma vez que estamos em Julho ainda neh…rsrss…

Sendo muito sincera, houveram várias matérias que eu não entendi nada, principalmente quando entra nos dados técnicos sobre os veículos.

E não me arrependi porque a revista realmente é muito boa, a linguagem é bem informal porém as considerações são bem relevantes e esclarecedoras. Sem falar que a industria automobilística é uma das maiores do Brasil e é também a locomotiva de toda uma cadeia produtiva que gera empregos e riqueza para o país. Todos os brasileiros são apaixonados por carro, é o sonho de todo adolescente que faz 16 anos conseguir sua habilitação e poder dirigir, quem começa a trabalhar como primeira conquista sempre compra um carro, existem discussões intermináveis sobre qual carro ou qual marca é a melhor, resumindo, é algo que faz parte do nosso dia-a-dia e mesmo não sendo algo que me interesse tanto assim, é importante tanto para fins profissionais quanto para cultura pessoa conhecer mais sobre esse meio.

Um assunto que foi tema de várias matérias (A Toyota está ligada, Maduro para o Verde, Efeito Memória e Gerador Próprio) são as pesquisas, avanços e lançamentos de carros elétricos. Isso mostra que a industria automobilística já reconheceu que o petróleo e seus derivados são uma fonte limitada de energia e que é necessário buscar outras alternativas. Neste ponto as reportagens mostraram que as pesquisas estão bem avançadas e que alguns modelos estão prestes a entrar em comunicação.

Nos EUA a Toyota se associou a Tesla Motors para produção de veículos elétricos, peças e sistemas. A parceria é benéfica para ambas. Enquanto a Tesla adquire a experiência da fabricação em escala da Toyota, a marca japonesa, que até agora mantinha suas fichas apostadas no Prius, seu modelo híbrido, recebe em troca a tecnologia já desenvolvida e aplicada nos modelos 100% elétricos da fabricante americana. A expectativa é que o sedã elétrico fabricado pela Toyota/Tesla custará USD 49900 e a bateria poderá chegar até 300km de autonomia.

A Nissan esta fazendo um “teste vocacional” em potenciais compradores do seu modelo elétric, o Leaf. A Nissan quer ser transparente com os consumidores sobre as limitações e os benefícios do Leaf. O motor elétrico promete uma autonomia de 160km antes da bateria estar descarregada. Esse sistema será adequado para a maioria das necessidades diárias, mas não irá satisfazer todas. Para adquirir um Leaf primeiro paga-se USD 99 para reservar o veículo, depois preenche-se um questionário informando seus hábitos e o estado de instalação elétrica de sua casa, se você for aprovado um eletricista irá até a sua casa para estimar o gasto na instalação do sistema de recarga, só o recarregador custa USD 1100, fora a fiação e os demais componentes, só depois de tudo isso você adquire o veícuo por USD 25.280.

Nos EUA as mascas mais lembradas quando o assunto é carro elétrico são a Toyota (17%), Honda (15%), Ford (12%), Chevrolet (8%), Nissan (4%) e Tesla (2%).

A Mercedes-Benz lançou o S 400 Blue Hybrid que diferente do Toyota Prius e do Honda Insight, entre outros, que se valem de motores elétricos para deslocamentos em baixa velocidade, nos centros urbanos, o S 400 usa o segundo motor como um gerador de força extra nas acelerações aplicada principalemnte nas estradas. O propósito de economizar energia e reduzir a poluição é o mesmo, o que difere são as situações em que os motores elétricos entram em ação. Alguém pode argumentar que é mais urgente reduzir a poluição nos centros urbanos que nas estradas. Mas, globalmente, o importante é reduzir o nível das emissões onde quer que elas sejam geradas.

A revista também apresentou algumas reportagens concernentes aos motoristas/consumidores (Déficit de atenção e Recall dos recalls) abordando aspctos destes grupos e tecnologias que visam o bem estar do motorista.

Segundo o NSC (Nacional Safety Council) as principais causas de acidente por distração são: usar dispositivo sem fio (celular), conversar e interagir com os passageiros, procurar coisas dentro do carro, programar estações de rádio ou computador de bordo, usar barbeador elétrico e aplicar maquiagem, comer ou beber ao volante, olhar cartazes e placas na rua, falar ou cantar sozinho, fumar e sonhar acordado. Isto  ocorre porque quando o cérebro humano precisa executar duas tarefas, como dirigir e atender uma chamada telefônica, entra em modo de atuação que “enxerga, mas não vê”, nada menos que 50% da informação.

Os brasileiros não se recordam das convocações das fábricas. 62% dos entrevistados pela empresa GfK Brasil não se recordam de um recall automotivo, sendo que esse número aumenta para 71% se considerarmos apenas o público feminino (rsrs… péssimo para nós mulheres). Entre os homens, mais afeitos ao mundo da graxa, o índice é de 51%. As classes C e D são aquelas que menos conhecem esse tipo de procedimento dos fabricantes, para verificação e troca de peças defeituosas. De acordo com a pesquisa, 75% desse grupo não tinha conhecimento de algum recall. Na classe A e B, o número cai para 48%. Se classificarmos o resultado por regiões, o Nordeste agrega o maior número de “esquecidos”, com 71%. Os jovens entre 18 e 24 anos também se destacaram como um grupo que costuma esquecer as medidas dos fabricantes: 69% não tinham lembrança de nenhum recall.

Outro aspecto que consegui observar é que na linha de carros luxo, sejam as super naves ou até os médios, a concorrência é grande, acirrada e existem muitas opções. Ao ler a descrição dos opicionais (painel touch screen, viva voz, bluetooth, ar-condicionado digital, cambio automático, computador de bordo, etc.) e a opinião dos colunistas fui levada a outra dimensão do conceito de automóvel. Porque para mim o que eu conhecia (de automóveis de familiares e amigos) são os populares e ao ver a descrição de carros como o Honda Accord (R$ 99.800), Dodge Journey (R$ 99.900), Novo Fiesta Sedã (R$ 57.000), Malibu (R$ 89.900), Kia Sorento (R$ 120.900), Kia Cadenza (R$ 90.000), entre outros, cai na realidade de que o que nos é oferecido nos populares realmente é o básico do básico e que os populares são mesmo só um meio de locomoção… porque conforto mesmo… sem chance nem comparação com os modelos que eu mencionei acima. Só pelo preço também já se pode deduzir que esses veículos são destinados as classes A e B, consumidores que já atingiram um padrão considerável de vida e podem se dar ao luxo e ao conforto de um veículo desse porte.

Outro dado importante que a revista sempre aborda são as estatísticas de mercado como a quantidade de unidades vendidas, informações sobre as empresas como por exemplo eu não sabia que Kia e Hyundai estão reunidas desde 1998 em um conglomerado, suas sedes ficam no mesmo complexo, modelos das duas marcas compartilham centenas de componentes, mas na hora de vender a parceria dá lugar a um renhida disputa por fregueses. Além disso a revista sempre menciona profissionais de destaque no mercado como Peter Schreyer  que é umas estrelas do design, a Kia o tiraram a peso de ouro da Audi e ele tema missão de coordenar os três centros de design da marca e transformar a marca de mera copiadora de tendências numa referência em design.

Uma das reportagens mais interessantes foi O clássico das multidões que trata da comparação entre o Novo Uno e o Novo Gol.

A rivalidade entre Fiat Uno e VW Gol é antiga. O Gol estreou em 1980 e o Uno em 1984. De lá para cá, muita coisa mudou, tanto em campo como em nosso mercado. O Uno chega num momento em que Fiat e VW disputam carro a carro a liderança de mercado. Até o início de maio, a Fiat tinha 22,71% de participação e a VW estava com 22,16%. Como Uno e Gol estão entre os mais vendidos do país, a briga entre eles pode definir quem ficará em primeiro no fim do ano.

A maior diferença entre eles está na qualidade do acabamento. A superioridade do VW é percebida pela observação das peças e também pela menor quantidade de ruídos vindos de painel, bancos, portas, cintos de segurança e para-sóis, entre outras partes.

O Gol tem a direção mais pesada, exige maior esforço nas manobras. Sua suspensão firme não tolera movimentos de rolling nas curvas e passa por buracos de forma tensa, quase dura. Por sua vez, o Uno é um carro fácil de dirigir. Sua direção é leve e a suspensão macia e confortável deixa a carroceria inclinar nas curvas – sem, contudo, comprometer a dirigibilidade, uma vez que, apoiado, o carro segue a trajetória obediente.

Então esse foi o resumo do que considerei de mais relevante na revista, no final dela ainda tem a tabela com o preço padrão de todos os veículos de todas as marcas, muito bom para quem quer ter noção de valores ao comprar ou vender seu veículo. Além de algumas colunas sobre como foi o atendimento  nas visitas a revisões nas concessionárias o que é muito importante no momento de considerar a compra de um novo veículo também.

Recebi uma overdose de informações sobre o ramo automobilistico pela Quatro Rodas porém estou bem satisfeita. Vou dar um tempo agora e ler outro tipo de revista claro! Mas com certeza vou comprar outra Quatro Rodas mais adiante quando desejar me atualizar!

Posted in Automobilismo, Dicas, Leitura | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , | Leave a Comment »

Site do Sescon

Posted by dealalves em junho 6, 2010

Gente o site do Sescon é muito bom!

Entrem no link de eventos, tem várias palestras gratuitas que é só fazer a inscrição e participar.

Na que eu fui eles deram um kit para o pessoal anotar tudo e depois enviar a apresentação completa por e-mail.

Não tem desculpa para não se atualizar galera!

Bjinhus

Posted in Aprendizado, Ciências Contábeis, Dicas | Etiquetado: , | Leave a Comment »

Resenha Money Jornal

Posted by dealalves em maio 30, 2010

Trabalhar na Paulista é tudo de bom!

E um dia desses eu chegando para trabalhar estavam distribuindo na rua o Money Jornal, tudo bem que isso foi em 20/05 e só agora eu consegui ler… mas atrasos a parte, adorei o jornal. Ele é conciso, com informações relevantes e desperta em vc o desejo de pesquisar mais, aprender mais sobre finanças, planejamento financeiros, etc.

Segue os pontos que achei mais interessantes…

Curtas

A meta da inflação para o final de 2010 é de 4,5%.

A expecitativa da Selic até o final de 2010 é de 11,75%.

A partir do semestre que vem, 10 grandes empresas mundiais terão papéis negociados na BMF&Bovespa. Entre elas estão a Apple, o Google, Bank of America, McDonalds e Wal Mart. As ações serão vendidas pelo Deutsche Bank como Brazilian Depositary Receipt (BDRs), ou seja, os investidores não comprarão diretamente os papéis, mas recibos correspondentes ás ações da companhia.

Há 100 anos, a média de vida de um brasileiro era de 33 anos, hoje a expectativa chega em 68 anos para os homens e 73 anos para as mulheres.

Se vc tem um projeto de longo prazo, vc tem que pôr o seu dinheiro no mercado acionário, não importa se vc é conservador ou não.

Investir em ações é ideal para projetos de longo prazo, acima de 10 anos.

Alguns fundos de Renda Fixa cobram taxas de administração muito altas (4%) e não compensa.

A orientação dos especialistas é que para um CDB alcançar a rentabilidade apresentada pela poupañça deve pagar acima de 90% do CDI e para um fundo de investimento de varejo é necessário praticar uma taxa de administração, no curto prazo, inferior a 1,5% a.a.

Um dos setores que mais sentiu reflexo do vulcão da Islândia foi o de frutas. De acordo com o Instituto Brasileiro de Frutas, 15% do transporte para o exterior é feito por via aérea.

Agronegócio

O setor de agronegócio sofreu bastante os efeitos da crise de 2008, muitos países passaram a adotar medidas de restrições as importações de produtos, como forma de segurar a demanda para seus próprios países.

Do ponto de vista do mercado interno, o setor de alimentos se vê beneficiado pelo bom momento da economia brasileira, que se traduz em bons indicadores tanto de trabalho quanto de crédito. A emergência de uma nova classe média, mais popular e que demande muito mais alimentos tende a favorecer o setor.

O Brasil é o maior exportador mundial de carne bovina, além de suínos e aves, sem mencionar de soja, por conta da política de subsídios para o milho nos EUA que, antes de nós, eram os líderes do segmento. Exportamos milho, laranja, café, derivados da cana-de-açucar e, em menor volume, álcool. Em todos esses produtos, se não somos o principal exportador, estamos entre os maiores. E, ao contrário dos EUA, nosso amior concorrente em produtos alimentares, ainda dispomos de terra cultivável e possibilidade de ganhos de produtividade.

A ausência de marcos regulatórios  que disciplinem a atuação no setor e a existência de uma gestão pouco profissional aumentam o risco do negócio.

A Sadia e a Perdigão anunciaram oficialmente em 2009 a fusão entre as duas empresas. Da associação, resultou a BRF Brasil Foods S.A com sede social na cidade de Itajaí, Santa Catarina.

A nova empresa já nasceu considerada a décima maior empresa de alimentos das Américas, segunda maior indústria alimentícia do Brasil (atrás apenas do frigorífico JBS Friboi), maior produtora e exportadora mundial de carnes processadas e terceira maior exportadora brasileira, atrás de Petrobrás e da mineradora Vale. Com cerca de 119 mil funcionários, 42 fábricas e mais de R$ 10 milhões em exportações por ano (quase 42% da produção), a gigante BRF Brasil Foods surgiu com um faturamento anual líquido de R$ 22 milhões.

Apresentações Empresariais

Hoje há um fator  muito relevante, o jovem-adulto possui uma capacidade de concentração muito baixa, uma vez que está conectado a diversos meios ao mesmo tempo, daí a importância do professor conseguir motivá-lo a se focar em um determinado assunto.

5 dicas em apresentações:

1- Jamais fale sobre um assunto que não domine.

2- Não perca qualquer oportunidade de falar em público, é a sua chance de treinar e se expor.

3- Não entre no jogo sem conhecer a platéia. Estude o perfil deles, faça o reconhecimento do ambiente e recursos disponíveis.

4- Evite falar demais, seja claro, objetivo e suscinto.

5- Só utilize recursos audiovisuais quando a palavra não for suficiente para tangibilizar a informação que vc quer passar.

Então… esse é um resumo do que achei mais interessante, mas o jornal é 10!

Se vc quiser ler tudo o site deles é esse aqui, vc pode baixar o jornal em PDF! Tudo de bom!

Posted in Coisas de São Paulo, Dicas, Dinheiro, Leitura | Etiquetado: , , , | Leave a Comment »

Volta ao batente depois do carnaval

Posted by dealalves em fevereiro 18, 2010

Pois eh… quinta -feira volta de carnaval… acordei mega atrasada pra variar porque eu não sei se já disse aqui, mas EU ODEIO ACORDAR CEDO, ODEIO ACORDAR CEDO, ODEIO ACORDAR CEDO.

Mas depois que eu acordo eu melhoro a atitude e sigo em frente…

Então tem várias coisas que queria mostrar… primeira delas minhas unhas da mão e do pé que eu fiz ontem com o Arábia da Risque. Tipo assim, quando essa cor saiu eu fiquei doente por ela e não encontrava em lugar nenhum, ai achei, mas ai tinha outras novidades e agora é que fui lembrar que ela existe. Gostei da cor, é mais clara um pouco que o Jackie da Impala e chama a atenção, porém ainda não é o cinza da Chanel…

Meus pés super gordinhos e minhas unhas da mão super curtas que eu roi mto devido ter ficado sem fazer nas últimas 2 semanas, ok??

O sapato que eu vim trabalhar hoje, cor-de-rosa que eu amoooo!!! Olha que foi o primeiro sapato cor-de-rosa que eu comprei na vida e amei!!! Super combina com tudo!!!

Meu modelito black preguiça total… acordar atrasada… é calça preta com blusinha preta na certa!!! Além de nunca ser errado, emagrece, o que no meu caso preciso mto!!

O poder da maquiagem… a camera do celular não ajuda, e eu também não sou nenhuma mestra na maquiagem nem possuo os melhores produtos… mas veja que a diferença é significativa…

Pontos principais resolvidos: disfarce das olheiras, oleosidade da pele, cilios mais destacados e corzinha na boca.

Produtinhos utilizados: corretivo neutro, pó compacto bege claro, blush bronze, sombra prata, lapis preto (todos da Avon), curvex de farmácia, rimel colossal preto (Maybelline) e batom extremo conforto candeia quartzo (Natura).

Por enquanto é só pessoal!! Bom resto de semana pra nós!!

Posted in Batom, Beleza, Dicas, Figurino, Necessarie, Pele, Unhas | Etiquetado: , , , , , , | Leave a Comment »

Trabalhar de final de semana é osso!!!

Posted by dealalves em outubro 31, 2009

Ai gente!!! Feriadão… um dia de sol trincando, lindo e maravilhoso!!!! E eu aqui trabalhando…

Não quero ser ingrata neh, porque afinal tem tanta gente precisando de emprego e que daria tudo para ter um emprego legal mesmo que tivesse que trabalhar de final de semana, porém… ninguém merece!!!

Quando tá um dia chuvoso, aquele tempo meleca mesmo, tudo bem. Dá até um alento nehh, porque afinal de contas o que vc estaria fazendo de interessante?? Porém quando está um tempo como o de hoje… a imaginação vai longe…

Mas tudo bem, não vai ser o último final de semana da minha vida!!! Nem o último feriado!!!

A minha esperança é dar um gas hoje para livrar o domingo e a segunda.

No final das contas a vida é feita de sacrifícios mesmo, toda vez que estou num sabadão lindo como o dia de hoje passeando no meu carro 0KM eu lembro de quatro anos de facul, fazendo aula e inglês de sábado enquanto todo mundo tava passeando… e valeu a pena!!

Ainda estou na época da vida em que você precisa trabalhar duro para construir o seu patrimônio e se afirmar para depois usufluir de tudo que conquistou!!

A todos que estão na mesma situação que eu, paciência gente!! Vamos prosseguir!! Nossa hora vai chegar!!!

PS: Depois que terminei o post num sei porque me veio a imagem do Airton Senna na cabeça, e tipo assim, sou muito fã dele. Entrei no Google ( oque seria de nós sem ele ah??) e pesquisei “frases Airton Senna”. E mew encontrei pérolas (de verdade) que vou compartilhar com vcs abaixo e que refletiram meu sentimento no dia de hoje:

108481

Airton Senna é o cara!!

“Se você quer ser bem sucedido, precisa ter dedicação total, buscar seu último limite e dar o melhor de si mesmo.”

“Se cheguei onde cheguei e consegui fazer tudo o que fiz, foi porque tive a oportunidade de crescer bem, num bom ambiente familiar, de viver bem, sem problemas econômicos e de ser orientado no caminho certo nos momentos decisivos de minha vida.”

“Quando Deus quer, não há quem não queira.”

“Meu sonho não tem fim, e eu tenho muita vida pela frente.” (1991)

“O importante é ganhar. Tudo e sempre. Essa história que o importante é competir não passa de demagogia.”

“No que diz respeito ao empenho, ao compromisso, ao esforço, à dedicação, não existe meio termo. Ou você faz uma coisa bem feita ou não faz.”

“Eu quero viver um pouco mais, curtir um pouco mais a vida.”

“Podem ser encontrados aspectos positivos até nas situações negativas e é possível utilizar tudo isso como experiência para o futuro, seja como piloto, seja como homem.”

“Trabalhei muito para chegar ao sucesso, mas não conseguiria nada se Deus não ajudasse.”

“Quero melhorar em tudo. Sempre.”

“Ele (Deus) é o dono de tudo. Devo a Ele a oportunidade que tive de chegar onde cheguei. Muitas pessoas têm essa capacidade, mas não têm a oportunidade. Ele a deu prá mim, não sei porque. Só sei que não posso desperdiçá-la.”

Posted in Aprendizado, Carreira, Dicas, Personalidades, Vida | Etiquetado: , , , , , | Leave a Comment »

Alguma poesia 2…

Posted by dealalves em outubro 7, 2009

No meio do caminho

 

No meio do caminho tinha uma pedra

tinha uma pedra no meio do caminho
tinha uma pedra
no meio do caminho tinha uma pedra.

 

Nunca me esquecerei desse acontecimento
na vida de minhas retinas tão fatigadas.
Nunca me esquecerei que no meio do caminho
tinha uma pedra
tinha uma pedra no meio do caminho
no meio do caminho tinha uma pedra.

 

Esse é um dos poemas mais conhecidos do Carlos Drummond de Andrade e nessa minha nova incursão pela Literatura e pela poesia resolvi não somente ler mas também estudar um pouco sobre os poemas e sobre os autores. Encontrei esse excelente post no Por trás das Letras que fala um pouco do Carlos e explica também um pouco do poema.

Ainda encontrei uma análise muito boa sobre esse poema aqui no Recanto das Letras.

Quando eu leio esse poema eu me imagino andando em um caminho em direção a algum lugar, quando ai encontro a pedra, tento desviar de um lado, desviar para outro lado e ela continua lá, a pedra… essa pedra é algo que não dá para ignorar, algo que eu preciso resolver, algo que é inevitável…

Posted in Aprendizado, Carlos Drummond de Andrade, Dicas, Livros | Etiquetado: , , , , , | Leave a Comment »

A importância de ter foco

Posted by dealalves em outubro 6, 2009

Não sei se só eu sou assim, mas vez ou outra me pego fazendo mil coisas ao mesmo tempo. E no final não dei conta de nada…

De umas semanas pra cá resolvi ter mais foco, me concentrar mais nas coisas, e começar e realmente terminar as coisas e fazê-las bem bem-feitas!!

Gente como estou feliz!! Como é importante ter foco, perseguir algo até terminar, se dedicar naquilo e ver a tarefa acabada, bem enterrada debaixo de 7 palmos de chão!! Me senti livre!! Sem follow up me perseguindo!!! Follow up never more!!

Posted in Aprendizado, Carreira, Dicas | Etiquetado: , , , , | Leave a Comment »

Meus preferidos e super necessários

Posted by dealalves em outubro 6, 2009

Existem 2 coisas básicas e essenciais que nenhuma mulher deve nem pode viver sem.

A primeira é um sabonete íntimo e a segunda é um antitranspirante.

E esses 2 pelo menos para mim são assim, quando você encontra um bom que atende a sua necessidade ou até supera a sua expectativa você deve se apegar com ele não largar mais!! Já tentei experimentar novidades, dos mais baratinhos e dos mais carinhos e para mim o que funciona são esses dois abaixo:

Nivea – Dry Confort

IMAG0365

Segura minha transpiração mesmo!!! Não me deixa molhada e no pior dos dias em que suei igual a uma camela não me deixou com o famoso cheirinho de CC!!! Cumpre o que promete, Dry = Seco!!!

Davene – Nuss

IMAG0367

Depois que comecei a usá-lo super diminuiu meu corimento, além do que me sinto limpinha e em ordem lá em baixo o dia todo, pensa na sensação de quando você termina de limpar a casa, aquele cheirinho de limpeza, pois bem, é a mesma coisa só que lá em baixo!!

Para mim super funcionam!! Recomendo!!!

Posted in Dicas | Etiquetado: , , , , | Leave a Comment »