DebysGirl Blog

Just another WordPress.com weblog

Resumo/Resenha Revista da Cultura

Posted by dealalves em julho 14, 2010

Fui uns dias atrás comprar um livro pra faculdade na Livraria Cultura do Conjunto Nacional e peguei a revistinha deles.

Olha, de mta qualidade viu!! Devorei!!

Seguem os assuntos que mais gostei com os meus comentários!!

A Rua contra a Rua

É uma matéria que fala da disputa pichação X grafite em São Paulo, mas o que achei de interessante mesmo foi que eles contaram a história dessa arte.

O aerosol se popularizou na década de 1960 e a escrita na parede, herança que vem desde que os homens moravam em cavernas, ganhou agilidade. O spray transformou a pichação em arma de protesto na revolta estudantil de 1968, em Paris, e do lado ocidental do Muro de Berlim. Virou marcação de territórios entre gangues, em Los Angeles, grafite em Nova York na década de 1970 e ganhou estética única em São Paulo a partir da década de 1980.  Essa pixação com ‘x’ é exclusiva da cidade de São Paulo e é referência para a street art  do mundo todo. A pichação de São Paulo é uma comunicação fechada. É  da pichação pra pichação. Então, na verdade, ela não se comunica com a sociedade. Ela é uma agressão.

Mais informações vc tem no documentario Pixo que dá pra baixar aqui.

Voando com Richard Bach

O americano Richard Bach pode não ser o nome mais lembrado quando o assunto envolve escritores pilotos, posto ocupado pelo célebre Antonie de Saint-Exupéry (O pequeno Príncipe).

Seu best seller Fernão Capelo Gaivota, publicado em 1970, conta a história da ave que ultrapassa os próprios limites pelo simples prazer de voar. Fórmula que se repete em Hipnotizando Maria. A obra traz um professor de aviação e piloto que ajuda uma mulher (Maria) a pousar um avião após seu marido, que pilotava a aeronave, perder a consciência. Questões metafísicas, filosóficas e espirituais são exploradas através da metáfora de pilotar.

Em Hipnotizando Maria, Bach defende que vivemos em um mundo de aparências e de metáforas que precisam ser enxergadas para que possamos compreender nossa própria realidade. A grande problemática da questão é que nem sempre enxergamos o óbvio, apesar de as respostas estarem sempre diante de nossos olhos. Para isso, ele sugere o exercício de questionar.

Ziraldo

Com a mesma energia com que escreve, Ziraldo dala da necessidade de transformar o Brasil num país de leitores. “A escola sabe da importância da leitura. Só não avisaram os professores, que fazem dela um dever. Isso prejudica a criança para chegar à leitura com prazer e desenvoltura. O estudante brasileiro é, na maioria, analfabeto funcional, incapaz de enteder o que lê. A gente tem de transformar o Brasil num país de leitores. Ler é mais importante que estudar.”

Concordo totalmente com as palavras do Ziraldo, a leitura transformou a minha vida, moldou o meu caráter, contribuiu para a minha visão de mundo e objetivos de vida. Ler é fantástico porque serve a diversos propósitos: estudo, auto-ajuda, diversão, pesquisa, etc. de qualquer forma algum tipo de conhecimento a pessoa esta agregando.

Momento Crítico

Há quem diga que o pensamento crítico sobre a cultura está abandonado. Onde está a critica de arte? Houve um tempo em que os críticos não tinham medo de emitir julgamentos polêmicos e apaixonados; hoje, aqueles que restam só escrevem textos na linha ‘ não me comprometa’.

Evidentemente, a crítica existe no Brasil e é praticada regular e intensamente nos jornais e nas revistas. A questão é que, como toda atividade intelectual, tem o tamanho da sua própria época. E qual é, afinal, o tamanho da crítica da nossa época? Ela continua influente, mas bem menos do que no passado. Penso que perdeu muito de sua autoridade. Nãoporque seja pior do que antes, mas houve uma mudança substancial no modo de as pessoas encararem a ‘ autoridade’ dos jornais e das mídias tradicionais.

Se entre críticos apocalípticos ou integrados há diferenças de opnião e justificativas para o declínio da atividade, todos concordam que o espaço da crítica foi reduzido nos últimos anos e que textos mais longos, elaborados e que exigem certo tempo de maturação foram substituídos por resenhas descritivas, por vezes oriundas do material de divulgação produzido pelas assessorias dos próprios artistas.

Um momento importante na formação da crítica nacional foi a fundação da USP, em 1934. Para asoligarquias paulistas, a USP representava a oportunidade de gerar novos quadros intelectuais, funcionando como centro de formação e irradiação de um pensamento de elite.

Excêntricos e extraordinários

Até que ponto os “mais inteligentes” são mais suscetíveis às excentricidades e à loucura?

De acordo com diversos estudos da psiquiatria não existe qualquer prova científica que fundamente a relação entre inteligência, criatividade e doenças mentais. Muitas pessoas são excêntricas e inteligentes. Mas também é possível ver vários cientistas, inclusive ganhadores do Prêmio Nobel, que são pessoas completamente normais e não chamam a atenção. O excêntrico acaba, mesmo sem intenção, chamando a atenção dos outros. Então, as pessoas começam a acreditar que existe essa relação direta, e não tem.

Porém existe um preço, que é a concentração, a dedicação do cientista. E, por isso, ele tende a ser mais distraído frente às necessidades usuais de um cidadão comum, que não é cientista. Com o tempo, precebemos que é muito importante que a sociedade os entenda. Mas isso não é muito fácil.

Apesar de os grupos desejarem que exista sempre um gênio que traga o novo para a sociedade, geralmente, quando ele revela o que nunca foi visto, a reação é de horror. Um gênio é capaz de perceber aquilo que as outras pessoas não veem, num nível criativo considerado diferenciado. A pessoa que vê o que ninguêm vê geralmente assusta. Os parâmetros em que elas se apoiam desaparecem quando a nova realidade é revelada.

A vivência em solidão é muito grande, porque as pessoas não entendem o gênio . É preciso lidar com um nível de turbulência emocional que é difícil de administrar. Isso pode desorganizá-lo internamente.

Rotina de gênio

Incansáveis formatos de busca, ritos cerebrais e comportamentos de grande complexidade. Essa é a rotina de um cientista, independentemente de sua área de atuação.

Leonardo Da Vinci adotava uma pragmática forma de resolver um problema complexo: no começo, aprendia muito sobre ele; depois, o reestruturava de diferentes modos. Para ele, o primeiro “olhar” sobre um problema era demasiado parcial e comumente o problema, com outra estrutura , reconstruído, poderia transformar-se em algo bem menos complexo. Já Einstein, quando diante de um enigma , tinha uma enorme necessidade de formular seu enunciado das mais variadas formas (quase sempre usando diagramas). O genial Thomas Edison (mais de 1000 patentes) estabelecia para si próprio uma “cota de idéias” sobre um determinado problema e se punha a trabalhar incansavelmente até o limite estabelecido.

Posted in Leitura, Opinião, Personalidades, Uncategorized | Etiquetado: , , , , , , , , , , | Leave a Comment »

Resenha Revista Contas – Sescon SP

Posted by dealalves em junho 6, 2010

A revista Contas é a publicação do Sescon. Essa é de Junho-Julho 2009 (okk sei que é velha porém naquela época eu nem pensava em estudar Ciências Contábeis), mas traz artigos bem interessantes sobre o SPED em especial e outros assuntos relativos a Contabilidade.

Embaixo vão os meus comentários sobre cada assunto.

SPED

Com o SPED em funcionamento, os empresários já começam a emitir para a Receita Federal do Brasil os dados contábeis e fiscais de sua empresa em formato digital. Uma vez enviadas ao sistema, tais informações são compartilhadas com as administrações tributárias e demais órgãos fiscalizadores de todo o País, que passam a trabalhar de uma forma mais pró-ativa e efetiva no combate à sonegação.

Os principais subprojetos do SPED são a NF-e, substituta das notas de comércio dos tipos 1 e 1-A; a ECD ou SPED Contábil, versão digital dos livros diário e razão das companhias; e a EFD ou SPED Fiscal, forma eletrônica dos registros fiscais em papel das organizações. O envio dos arquivos nestes formatos já é exigido de algumas atividades econômicas.

Há outras iniciativas em desenvolvimento no âmbito SPED que já começaram a ser regulamentadas em âmbito estadual. Entre elas, a Nota Fiscal de Serviços Eletrônica (NFS-e), para documentar as prestações de serviços, e o Conhecimento de Transporte Eletrônico (CT-e), para simplificar as operações intermunicipais e interestaduais de transporte de cargas.

Porém tudo isso requer das empresas ônus com infraestrutura de hardware, software e treinamento dos profissionais.

Além disso cada vez mais o SPED requer das empresas organização e controle o que torna quase que obrigatória a implantação de um ERP, ou seja, aquelas empresas que tinham uma colcha de retalhos em sua informática deverão partir para um investimento mais definitivo.

Isto é tão verdade que, em um debate sobre o assunto na Associação Comercial de São Paulo, foi levantada a hipótese de a própria Receita Federal disponibilizar um sistema de micro gestão. Além de servir aos fins gerenciais, esta ferramenta já estaria em harmonia com os arquivos eletrônicos que deverão ser preparados, validados e enviados par ao fisco.

Um dos problemas do SPED alegados pelas empresas é a espionagem industrial. De clientes às matérias-primas, de resultados a prazos oferecidos, tudo estará encancarado. Trata-se de um problema muito sério pois não existe segurança sobre as informações lá arquivadas.

Acho super digno e louvável a iniciativa do SPED, finalmente o governo se utilizando da tecnologia contra a burocracia, lógico que ele só fez isso por ser em benefício próprio. Acho que a empresa que trabalha diretinho não tem nada a temer, é uma forma mais justa e eficaz de fazer as fiscalizações e realizar a coleta das informações.

ICMS

É considerada contribuinte do Imposto Sobre Operações Relativas a Circulação de Mercadorias e Sobre Prestações de Serviços de Transporte Interestadual e Intermunicipal e de Comunicação (ICMS) qualquer pessoa, natual ou jurídica, que de modo habitual ou em volume que caracterize intuito comercial, realize operações relativas à circulação de mercadorias ou preste serviços de transporte interestadual ou intermunicipal ou de comunicação.

Cabe salientar que é também contribuinte a pessoa natual ou jurídica que, mesmo sem habitualidade ou intuito comercial:

a) importe mercadoria ou bem do exterior, qualquer qualquer que seja a sua finalidade;

b) seja destinatária de serviço prestado no exterior ou cuja prestação se tenha iniciado no exterior;

c) adquira, em licitação, mercadoria ou bem importadas do exterior e apreendidas ou abandonados;

d) adquira energia elétrica ou petróleo, inclusive lubrificantes e combustíveis líquidos ou gasosos dele derivados, oriundos de outro Estado, quando não destinados à comercialização ou à industrialização.

O ICMS significa uma coisa: ROUBO. É um imposto que a gente paga praticamente sobre tudo!! E para que se destina ou onde é aplicado esse dinheiro??

Crise

O Brasil é um dos poucos privilegiados com bases mais sólidas para enfrentar a tormenta.

O País está protegido nos três pilares que a crise se mostrou mais severa nos EUA e em outras economias. Nosso setor bancário não possui muitos ativos de risco, nossas famílias são pouco endividadas e somos superavitários em relação às contas externas, com US$ 200 bilhões em reserva.

Esse lance das contas externas eu não sabia. Veja bem, não é como o Governo alardeou que a dívida externa estava paga… temos dinheiro em caixa para pagar a dívida porém ela não foi paga pois é mais interessante ter esse dinheiro conosco para fazer investimentos no país e multiplica-lo. Oremos para que nenhum louco assuma a presidência e gaste esse dinheiro em alguma obra faraônica.

Faltas do Funcionário Abonadas por Lei

Todas as faltas do funcionário abonadas por lei estão no artigo 473 da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT).

Estão entre as principais:

1) Falecimento de cônjugue, parentes ascendentes e descendentes – até 2 dias.

2) Casamento – 3 dias.

3) Licença-paternidade – 5 dias.

4) Doação de sangue – 1 dia.

5) Alistamento eleitoral – 2 dias.

6) Cumprimento serviço militar.

7) Exame vestibular para ingresso em ensino superior.

Dívidas Impossibilitam a retirada do pró-labore

Normalmente, os sócios que exercem algum cargo dentro da empresa retiram uma remuneração por seu trabalho, denominado pró-labore. O valor recebido depende tanto da função desempenhada quanto da capacidade financeira da organização e é delineado no contrato social. Para obter estes ganhos, no entanto, a empresa não pode possuir determinadas pendências.

Uma delas é a inadimplência com o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço e os empresários também não podem receber o pró-labore se estiverem devendo o salário de seus funcionários.

Relação Complicada

Ela está invadindo os escritórios. A mais nova geração a ingressar no mercado de trabalho cresceu navegando na internet, superprotegida e sem noção nítida de hierarquia. Por outro lado, domina as novas tecnologias e é uma grande consumidora. Eis a síntese da força de trabalho do amanhã.

Os jovens de hoje tem pouca paciência para tarefas longas ou que necessitem de maior concentração, além de certa aversão às normas e regras.

O conflito é natural, mas reflete uma expectativa equivocada, pois o gestor espera que o jovem se comporte como ele em início de carreira e isso não vai acontecer.

Os pontos positivos da nova geração são de que eles têm facilidade de se adaptar, capacidade de trabalhar em equipe, são criativos e trazem questionamentos, postura que, embora possa gerar desconforto, impulsiona mudanças necessárias.

Esse pra mim é o assunto que mais rende… pois faz mais parte do dia-a-dia!!

Eu faço parte dessa geração descrita no artigo e é muito difícil pra eu me adaptar ao esquema vigente na Cia que estou trabalhando atualmente.

Para vocês terem uma idéia a minha chefe não teve filhos para não se prejudicar na carreira… gente isso é o Uóooooo!!! Ela chega todo dia antes de mim, tipo umas 6hs30 da manhã e sai bem depois de mim, tipo umas 21hs00, todos os dias!! Isso quando não vai trabalhar de final de semana e etc. Paga várias coisas do bolso dela e não pede reembolso a empresa com medo de que a empresa vai achar que ela esta gastando muito… ridículo!!

Eu trabalhava em outra empresa antes, bem organizada, com responsabilidades bem delimitadas e prazos e procedimentos que todos respeitavam. Trabalhava bastante porém tinha tempo pra navegar bastante e liberdade para isso também, porém com tanta organização e divisão de tarefas eu cuidava de uma parte bem pequena do processo e não aprendia muito, além disso meu salário e meu cargo não era adequado ao que fazia e ao meu grau de instrução, então depois de muito procurar, sai de lá.

Entrei nesta empresa e o discurso de quando fui selecionada era de que a empresa prezava para qualidade de vida dos seus funcionários…mentira!! Estou ganhando mais, ok! Tenho um cargo decente na carteira – ok! Estou aprendendo – ok! Porém estou trabalhando 11 horas por dia!! Almoço super correndo!! A empresa tem um servidor muito lerdo, tudo é super devagar, acessar uma pasta na rede, entrar na internet é praticamente impossivel, primeiro que a minha chefe senta do meu lado e não vê outra coisa sem ser trabalho na frente dela sabe… não entro mais na internet no serviço… primeiro que não dá pois tem muito trabalho e outra que não existe privacidade… Chego em casa super morta, sem ânimo para fazer nada, estou indo super mal na faculdade porque não tenho tempo de estudar…

Tudo isso porque a empresa é uma bagunça, tem um sistema muito ruim (JD Edwards)… e na boa para quem já trabalhou com SAP… não se acostuma a trabalhar com outro sistema, ainda mais zoneado como o da minha empresa. Além disso minha chefe diz sim pra tudo, não reclama, não se impõe… é praticamente a madre Tereza…

A minha felicidade é quando recebo o dindin!! E faço as coisas que gosto sabe…

Você pode estar se perguntando por que aguento tudo isso?? Por que não arrumo outra coisa?? Não era melhor ter ficado onde eu estava??

Aguento por poucos mais relevantes motivos e são eles:

1) Salário: com a mudança de emprego tive um aumento de 50% a mais no salário… tem noção do que é isso?? Consegui ser mandada embora da outra empresa e paguei todas as minhas dívidas, TODAS! E ser uma pessoa sem dívidas não tem preço!!

2) Cargo e experiência: veja bem, na outra empresa eu era Aux. Administrativo… agora sou Analista de Controladoria. Completamente diferente não? E eu tenho somente 24 anos ok!! Outra coisa… acredito que se sobreviver nessa bagunça e conseguir fazer um bom trabalho durante pelo menos uns 2 anos… conseguirei trabalhar em qualquer lugar, além disso reconheço que preciso criar um calos emocionais sabe e compotamentais também…

Esse é ponto… tudo tem um preço… preciso me organizar melhor também, todas essas mudanças ainda não foram digeridas por mim 100% sabe… fato é que não posso continuar a me matar tanto no trabalho, pois do que adianta me matar lá e estar com o resto da minha vida em frangalhos, não posso deixar a minha chefe me contaminar… se é isso que ela quer pra vida dela… sorry… eu quero ganhar bem sim, ter cargo bom sim, mas com qualidade de vida!!

Posted in Aprendizado, Carreira, Ciências Contábeis, Leitura | Etiquetado: , , , , , | Leave a Comment »

Site do Sescon

Posted by dealalves em junho 6, 2010

Gente o site do Sescon é muito bom!

Entrem no link de eventos, tem várias palestras gratuitas que é só fazer a inscrição e participar.

Na que eu fui eles deram um kit para o pessoal anotar tudo e depois enviar a apresentação completa por e-mail.

Não tem desculpa para não se atualizar galera!

Bjinhus

Posted in Aprendizado, Ciências Contábeis, Dicas | Etiquetado: , | Leave a Comment »

Palestra no Sescon Santo Andre – Lei 11.638

Posted by dealalves em junho 6, 2010

Um tempinho atrás fui a uma palestra no Sescon de Santo André sobre a Lei 11.638.  Na época eu não estudava Contábeis ainda portanto não dei aquela importância… Hoje como minha vida está praticamente girando em torno disso… estou compartilhando aqui:

1) Antes o Ativo era classificado como Permanente, Intangível, Imobilizado, etc… hoje fica como Ativo Circulante e Ativo Não Circulante.

2) Fim da reavaliação do Ativo.

3) Extinção dos Resultados de Exercícios Futuros.

4) Criação da conta Ajustes Avaliação Patrimonial no Patrmônio Líquido.

5) Extinção da classificação das receitas e despesa operacionais.

6) Criação da Demonstração do Fluxo de Caixa.

7) Objetivos da 11.638

Convergência da contabilidade brasileira para as normas internacionais.

Mais transparência para atrair investimentos.

Reduzir o SPREAD através da dmininuição do risco.

Análise de crédito mais confiável.

8) Tem como fundamentos o Valor Futuro e o Valor Justo

9) Está em vigência desde Jan/2008

10) Abrange as SAs, as SAs de capital fechado e Sociedades de grande porte.

11) Criação do CPC – Comissão de Pronunciamentos Contábeis para centralização, uniformização, emissão das normas sempre convergindo com as normas internacionais.

12) Demonstração do Fluxo de Caixa

Já era publicada porém não era obrigatória. Substitui a DOAR. Deve contar no mínimo com 3 fluxos: operações, financiamentos e investimentos. DFC mostra a variação do caixa e seus equivalentes sendo que a DOAR mostra a variação do caixa sob o ponto de vista das origens e das aplicações.

13) DVA – Demonstrãção Valor Adicionado

Demonstra o valor da riqueza gerada e sua aplicação e a parcela não distribuída. É o passo seguinte da DRE (que demonstra como surgiu o lucro).

14) Não mais por valor de custo e sim valor atualizado de mercado.

15) Teste de Recuperação do Ativo

Não pode ficar na contabilidade de ao vender não recupera o custo. Se recupera Ativo na venda ou no uso.

Valor Contábil (Aquisição + Depreciação)

X

Valor Venda – Custo

X

Fluxo de Caixa Furuto Vendas – custo X anos que pode ser usado

Quanto ao Passivo, as obrigações, encargos e riscos do não circulante devem ser ajustados a Valor Presente.

16) DRE – Eliminação dos resultados não operacionais, continua na contabilidade porém não aparece mais na DRE.

17) Coligadas e Controladas usam o método da Equivalência Patrimonial.

18) Auditoria Independente – empresas são obrigadas a fazer rodízio de 5 em 5 anos.

Posted in Aprendizado, Carreira, Ciências Contábeis | Etiquetado: | Leave a Comment »

Cruzada rumo ao emagrecimento!! Segunda-feira 31/05 – Dia 01

Posted by dealalves em maio 31, 2010

A muito tempo eu via mas não enxergava a situação em que me encontrava…

Meu peso ideal é 55kg… atualmente estou com 62kg!! Nada menos que 7kg a mais!!

Hoje iniciei a cruzada pelo emagrecimento e estou disposta a tudo (tirando virar anorexica ou bulimica nehh).

Meu café da manhã foi 1 pão na chapa com requeijão e um todinho. Infelizmente o café é muito importante pra mim… mas vou tentar passar a tomar um suco e comer frutinhas!!

O almoço foi sopa creme de batata com pedacinhos de calabreza… um pouco engordativa porém é sopa neh!! Além disso não tomei líquido e para quem estava acostumada a comer massa e altas picanhas e cupins com suas gordurinhas já está bom, tem que perseverar!! Aliás o bolso tbm agradeceu… a sopa mais uma colher de mousse de limão ficou em R$ 13!!

Agora pretendo permancer na base da água e da barrinha de Nutry até dormir!!

Torçam por mim!! Vou me pesar todos os dias para acompanhar o progresso e conto tbm as sensações, tentações, vitórias, etc pra vcs!!

Bjus!! Fui!!

Posted in Corpo, Saude | Etiquetado: , , , | Leave a Comment »

Resenha Money Jornal

Posted by dealalves em maio 30, 2010

Trabalhar na Paulista é tudo de bom!

E um dia desses eu chegando para trabalhar estavam distribuindo na rua o Money Jornal, tudo bem que isso foi em 20/05 e só agora eu consegui ler… mas atrasos a parte, adorei o jornal. Ele é conciso, com informações relevantes e desperta em vc o desejo de pesquisar mais, aprender mais sobre finanças, planejamento financeiros, etc.

Segue os pontos que achei mais interessantes…

Curtas

A meta da inflação para o final de 2010 é de 4,5%.

A expecitativa da Selic até o final de 2010 é de 11,75%.

A partir do semestre que vem, 10 grandes empresas mundiais terão papéis negociados na BMF&Bovespa. Entre elas estão a Apple, o Google, Bank of America, McDonalds e Wal Mart. As ações serão vendidas pelo Deutsche Bank como Brazilian Depositary Receipt (BDRs), ou seja, os investidores não comprarão diretamente os papéis, mas recibos correspondentes ás ações da companhia.

Há 100 anos, a média de vida de um brasileiro era de 33 anos, hoje a expectativa chega em 68 anos para os homens e 73 anos para as mulheres.

Se vc tem um projeto de longo prazo, vc tem que pôr o seu dinheiro no mercado acionário, não importa se vc é conservador ou não.

Investir em ações é ideal para projetos de longo prazo, acima de 10 anos.

Alguns fundos de Renda Fixa cobram taxas de administração muito altas (4%) e não compensa.

A orientação dos especialistas é que para um CDB alcançar a rentabilidade apresentada pela poupañça deve pagar acima de 90% do CDI e para um fundo de investimento de varejo é necessário praticar uma taxa de administração, no curto prazo, inferior a 1,5% a.a.

Um dos setores que mais sentiu reflexo do vulcão da Islândia foi o de frutas. De acordo com o Instituto Brasileiro de Frutas, 15% do transporte para o exterior é feito por via aérea.

Agronegócio

O setor de agronegócio sofreu bastante os efeitos da crise de 2008, muitos países passaram a adotar medidas de restrições as importações de produtos, como forma de segurar a demanda para seus próprios países.

Do ponto de vista do mercado interno, o setor de alimentos se vê beneficiado pelo bom momento da economia brasileira, que se traduz em bons indicadores tanto de trabalho quanto de crédito. A emergência de uma nova classe média, mais popular e que demande muito mais alimentos tende a favorecer o setor.

O Brasil é o maior exportador mundial de carne bovina, além de suínos e aves, sem mencionar de soja, por conta da política de subsídios para o milho nos EUA que, antes de nós, eram os líderes do segmento. Exportamos milho, laranja, café, derivados da cana-de-açucar e, em menor volume, álcool. Em todos esses produtos, se não somos o principal exportador, estamos entre os maiores. E, ao contrário dos EUA, nosso amior concorrente em produtos alimentares, ainda dispomos de terra cultivável e possibilidade de ganhos de produtividade.

A ausência de marcos regulatórios  que disciplinem a atuação no setor e a existência de uma gestão pouco profissional aumentam o risco do negócio.

A Sadia e a Perdigão anunciaram oficialmente em 2009 a fusão entre as duas empresas. Da associação, resultou a BRF Brasil Foods S.A com sede social na cidade de Itajaí, Santa Catarina.

A nova empresa já nasceu considerada a décima maior empresa de alimentos das Américas, segunda maior indústria alimentícia do Brasil (atrás apenas do frigorífico JBS Friboi), maior produtora e exportadora mundial de carnes processadas e terceira maior exportadora brasileira, atrás de Petrobrás e da mineradora Vale. Com cerca de 119 mil funcionários, 42 fábricas e mais de R$ 10 milhões em exportações por ano (quase 42% da produção), a gigante BRF Brasil Foods surgiu com um faturamento anual líquido de R$ 22 milhões.

Apresentações Empresariais

Hoje há um fator  muito relevante, o jovem-adulto possui uma capacidade de concentração muito baixa, uma vez que está conectado a diversos meios ao mesmo tempo, daí a importância do professor conseguir motivá-lo a se focar em um determinado assunto.

5 dicas em apresentações:

1- Jamais fale sobre um assunto que não domine.

2- Não perca qualquer oportunidade de falar em público, é a sua chance de treinar e se expor.

3- Não entre no jogo sem conhecer a platéia. Estude o perfil deles, faça o reconhecimento do ambiente e recursos disponíveis.

4- Evite falar demais, seja claro, objetivo e suscinto.

5- Só utilize recursos audiovisuais quando a palavra não for suficiente para tangibilizar a informação que vc quer passar.

Então… esse é um resumo do que achei mais interessante, mas o jornal é 10!

Se vc quiser ler tudo o site deles é esse aqui, vc pode baixar o jornal em PDF! Tudo de bom!

Posted in Coisas de São Paulo, Dicas, Dinheiro, Leitura | Etiquetado: , , , | Leave a Comment »

Carta Capital 21/04/2010

Posted by dealalves em maio 30, 2010

Decidi começar a a Carta Capital para poder abrir a mente… sempre leio as mesmas revistas e tals… e eu sou uma pessoa que defende a idéia que mesmo que vc não goste ou concorde tem que conhecer as coisas, tanto para formar uma opinião quanto para ter conteúdo em uma conversa, questionamento, etc.

A capa tbm me chamou a atenção, Serra e Dilma, começo das disputas eleitorais, etc.

E quando eu comecei a ler justo essa matéria o choque foi total porque a Carta Capital é super de esquerda, defendem o PT e eu detesto o PT…

Eles super defendem o Lula, a Dilma e o PT em todos os aspectos.

Eu reconheço que o governo do PT foi bem sucedido na questão da distribuição de renda (apesar de que não é só dar o dinheiro, tem que fazer o pessoal acordar para a vida…), o acesso ao ensino superior, o superavit, o equilibrio das contas internas, a redução do IPI durante a crise, etc. porém o governo do FHC preparou todo um terreno para que o PT pudesse fazer isso tudo através do controle da inflação, plano real, regulação/fortalecimento do sistema financeiro, posicionamento do Brasil diante do resto do mundo e as provatizações.

Gostei da reportagem O DITO E O NÃO DITO sobre revelações dos generais Newton Cruz e Leônidas Gonçalves sobre os atos da ditadura.

Também gostei da forma como a Carta apresenta os jogos políticos, negociações, ligações que existem na política brasileira, porque gostemos ou não isso existe e influencia diretamente a nossa vida, mesmo que não possamos fazer nada para mudar isso pois na minha opinião o sistema está tão corrompido que só se houvesse uma guerra ou se fosse jogada uma bomba em Brasília para o governo tomar jeito, porém acredito que devemos conhecer e não permanecer ignorantes.

E o Brasil é dominado por grupos que se formaram desde a época do descobrimento e se camuflam, mixam, disfarçam ao longo do tempo para nos confundir mas se formos pesquisar a origem/essência vamos ver que eles sempre estiveram lá, dirigindo o país em função dos seus interesses. E é do interesse deles que não saibamos que eles existem e o que fazem.

Isso é bem retratado nas reportagens SELF SERVICE ELEITORAL e OS CRAQUES DA ESPECULAÇÃO.

As colunas do Antonio Delfim Netto (OBJETOS TOXICOS) e Luis Gonzaga Belluzzo (DÍVIDAS POLÍTICAS) estão excelentes, explicativas sobre questões econômicas referente a taxa de juros e o endividamento público para socorrer o setor privado.

A reportagem sobre a ECONOMIA DE BOMBAS é hilária sob o ponto de vista que existe um jogo de empurra-empurra entre os paises na questão do desarmamento nuclear, os EUA querem que todo mundo se desarme mas não quer se desarmar… acham que só eles são os espertos e rola toda uma pressão deles em ameaças de romper alianças comerciais em função da questão nuclear.

Essa questão bélica é um paradoxo. Todos os países dizem que querem a paz, defendem a paz mas por que tem tanta indústria bélica? por que tanta pesquisa e desenvolvimento de novas armas?

Tem o artigo do THE ECONOMIST QUEM VAI SALVAR OS GREGOS?, sem comentários, existe toda uma discussão sobre como ajudar os caras mas e as penalizações pela falsificação dos balanços e irresponsabilidade fiscal?

A reportagem NAUS SUPERSONICAS fala do grupo português ON GOING e seu plano de dominação da comunicação brasileira…

Na parte de arte e cultura a Carta mostra sua opinião esquerdinha sobre as mesmas, exaltanto FLAVIO DE CARVALHO, sem tirar o mérito do mesmo porém suspeito que ele tenha sido colocado na reportagem por suas atitudes de desafio ao sistema principalmente na época da ditadura,  e criticando ALICE NO PAÍS DAS MARAVILHAS que também não gostei do filem, muito perturbado.

As indicações de leitura e música mostram um gosto bem seleto e refinado.

Foi muito difícil terminar de ler essa revista, foi um choque de mente, mas no final me agregou muito, conheci um novo ponto de vista sobre os acontecimentos atuais e quebrei um paradigma.

Posted in Aprendizado, Personalidades, Politica | Leave a Comment »

Esmalte Noite Quente Colorama

Posted by dealalves em maio 30, 2010

Gente! Esse esmalte Noite Quente da Colorama é o poder!!

Posted in Beleza, Unhas | Etiquetado: | Leave a Comment »

Rodrigo Faro gravando na Paulista

Posted by dealalves em abril 26, 2010

Gente… e eu desço do metro Consolação pra voltar pro meu trabalho e quem eu encontro gravando na Paulista… Rodrigo Faro!!

Ok… ele não é uma celebridade tipo A, mas celebridade tipo C é melhor que celebridade nenhuma nehh…

Aliás meio arrogante ele viu…

E o tempo abriu e está maior sol que nosso querido Deus deu!!! E eu amooooo trabalhar aqui na Paulista!!! Olha pra estes prédios e pra esse céu!!!

Posted in Coisas de São Paulo, Personalidades | Etiquetado: | Leave a Comment »

Ida a Liberdade

Posted by dealalves em abril 26, 2010

Precisei sair um pouco do trabalho pra ir resolver um assunto na Liberdade.

Primeiro ponto a falar: o caos na estação Paraíso…. Só pra se ter uma noção… o Paraíso para o Metro entre a linha verde e a linha azul é tipo o Braz para o trem… quando estou no metro e vai chegando a estação Paraíso a gente já se prepara tipo pra um estouro de boiada… e quando eu pego o metro na Consolação e a gente passa do Paraíso chega até a dar tipo um alívio porque o metro esvazia… fotinhas abaixo para vcs terem uma noção…

Depois de passar pela muvuca e descer lá no metro São Joaquim rolou uma seção nostalgia porque acabei passando na frente da ADNipo… e nossa gente… como eu amava esse lugar quando eu era adolescente e tocava violino… batia cartão em todas as apresentações da orquestra… agora nem lembro mais a última vez que eu fui… preciso aparecer lá… mta saudade…

Em frente a ADNipo tem um templo de Maçonaria e tipo eu tenho muita curiosidade sobre os maçons… gostaria mto de estudar sobre eles, aliás tem um livro novo do Dan Brown sobre isso… acho que vou comprar pra ler…

E a Liberdade é um mundinho a parte… adoro essas lanterninhas…o monte de velhinhos ligeiros e espertinhos que tem andando na rua…  alias gostaria mto de conhecer mais a história do Japão viu… é um povo mto inteligente, sofrido e resistente!!

E pra terminar o Palácio dos Trabalhadores… excelente tirando o procedimento péssimo da gente ter que ficar de pé esperando uma cara para resolver os nossos problemas…

É isso gente… bjinhus

Posted in Coisas de São Paulo, Vida | Etiquetado: , , , | Leave a Comment »